NICOLE CORDERY
NICOLE CORDERY
NICOLE CORDERY

ALICE, RETRATO DA MULHER QUE COZINHA AO FUNDO

 

Alice - retrato de mulher que cozinha ao fundo estreou em 08/08/2016 na sala Beta do SESC Consolação, na cidade de São Paulo, dentro do projeto Escritoras na Boca de Cena, resultado do encontro de três artistas e uma jornalista estimuladas em dialogar com o universo literário de Gertrude Stein e de sua vida ao lado de Alice B. Toklas. A parceria e a pesquisa em torno desse projeto existem desde 2011, encabeçado pela atriz Nicole Cordery e a diretora Malú Bazán que em 2013 convidaram Marina Corazza para organizar a dramaturgia e, em 2014, Gabriela Longman para consultoria histórica.

 

Antes de sua estreia, para chegar em seu formato final, aconteceram diversas aberturas do processo. As primeiras aberturas do trabalho aconteceram no início de 2014, no Ateliê Compartilhado na Casa Amarela em São Paulo, ocupação de uma antiga casa ociosa transformada em centro cultural e ateliê de diversas linguagens artísticas. Ainda em São Paulo, uma cena curta foi também apresentada na Mostra ObsCENAS (novembro 2014), pautada em temáticas femininas e realizada por artistas mulheres. 

Em dezembro de 2014, foi apresentada outra versão do trabalho em Recife numa experiência de teatro domiciliar que aconteceu na casa de uma de suas integrantes.

Em 2016, a peça estreou no SESC Consolação, onde também aconteceu a atividade complementar “Gertrude Convida” com mediação de Gabriela Longman. Em setembro do mesmo ano, as artistas foram convidadas para o debate “Vulcão conversa com Marguerite Duras, Alice B. Toklas e Gertrude Stein” organizado pelo “Vulcão, criação e pesquisa cênica” em sua Ocupação do Teatro de Arena de São Paulo. O encontro teve como objetivo dialogar com criadores paulistanos que transpuseram a literatura para a cena.

Em 12 de março de 2018 apresentamos no SESC Carmo no Projeto Feminilidades, em homenagem ao mês da mulher. Em 14 e 15 de abril apresentamos no Espaço Tinguá, na Cidade de Miguel Pereira, Estado do Rio de Janeiro.

 

Em janeiro de 2017, reestreou na Oficina Cultural Oswald de Andrade, onde realizou 10 apresentações e 04 bate-papos com o público mediados pela jornalista Gabriela Longman. Em março, fez sua terceira temporada ainda na Oficina Cultural Oswald de Andrade, em uma de suas salas de exposição. Em abril do mesmo ano realizou sua quarta temporada na cidade de São Paulo no  Viga Espaço Cênico. Em setembro a peça foi selecionada pelo INT (Instituto Nacional del Teatro) da Argentina para realizar uma Gira pelo interior do país. A peça se apresentou nas cidades de Salta, Jujuy, Catamarca, Tilcara, Santa Rosa e Victorica. Em outubro a peça foi convidada para se apresentar noTeatro Café Pinguim, na cidade do Porto, Portugal. Tanto na Argentina quanto em Portugal o cenários foi produzido localmente. Em novembro de 2017 a peça realizou nova temporada no auditório da Biblioteca Mário de Andrade, com curadoria de Álvaro Machado.

NICOLE CORDERY
NICOLE CORDERY

FICHA TÉCNICA

Dramaturgia: Marina Corazza

Direção: Malú Bazán

Atriz: Nicole Cordery

Cenários e figurinos: Anne Cerutti

Iluminação: Nelson Ferreira

Trilha sonora: Rui Barossi e Pedro Canales

Apoio vocal: Lucia Gayotto